U.Mode

5 coisas que você precisa saber antes de contratar um fornecedor de moda

Mesmo com a crise causada pela pandemia e o impacto negativo sobre diversas lojas físicas no mundo inteiro, o segmento fashion cresceu, principalmente com o comércio on-line e outras estratégias de venda. Assim, quem se precaveu e entrou no mundo digital está em uma posição mais confortável. Além disso, escolher um bom fornecedor também é parte crucial do sucesso do seu negócio. Por esse motivo, é preciso ter atenção na hora de contratar e gerir seu fornecedor de moda e facção de roupas.

Saiba o que é uma facção de roupas e como ela pode auxiliar no setor da moda. Continue a leitura!

fornecedor de moda
Entenda aqui o que é facção independente e facção de costura | Foto: Pixabay

Vale a pena contratar uma facção de roupas?

Bom, antes de mais nada surgem as perguntas “o que é uma facção de roupas” e “o que é uma facção independente”. Eu te explico. No Brasil, o termo facção refere-se às indústrias de confecções e vestuário que prestam seus serviços exclusivamente para outras empresas de confecções, tanto da indústria, quanto do comércio. A facção de roupas é aquela que irá realizar alguma parte do processo solicitado, como um bordado de determinadas peças, por exemplo.

Uma questão bastante comum é se vale a pena contratar uma facção de costura. Na maioria das vezes, a resposta para esse questionamento é sim. Contratar um fornecedor de moda faz com que você não precise ter mão de obra especializada para fazer cada parte do processo, além de ajudar a diminuir o custo com aquisição de máquinas. São vários os processos que podem ser terceirizados com uma facção de roupas: criação da peça piloto, tecelagem dos fios, tingimento do tecido etc.

No entanto, é muito importante que você acompanhe continuamente a qualidade, os prazos de entrega e a padronização do produto. Afinal, quem acaba respondendo por algum prejuízo ou desgosto de clientes é quem contratou o fornecedor, mesmo se as peças foram produzidas externamente. 

Antes de contratar qualquer facção, é preciso considerar os próximos cinco fatores:

1. Capacidade produtiva

O primeiro fator é a capacidade produtiva do fornecedor. Muitas vezes, falamos com empresas e não sabemos se elas conseguem absorver a quantidade de produtos que demandamos. Por isso, é importante entender quantas peças eles produzem por dia, quantos funcionários estão registrados na folha de pagamento e quantos podem ser chamados em caso de aumento de volume. Saber essas informações é determinante para garantir a entrega em dia da sua produção.

2. Velocidade de entrega

Outro fator importante é a velocidade de entrega. É preciso considerar o prazo que o fornecedor oferece, já que isso é determinante para que ele trabalhe ou não com a sua empresa. Além disso, é fundamental entender se esse prazo pode ser reduzido caso você precise repor um produto best seller.

3. Especialidade

O terceiro fator é a especialidade. É bastante comum que um fornecedor se mostre disponível para fazer “qualquer” produto: isso se deve à necessidade de faturar. Mas, pode acontecer de determinado fornecedor de moda não ter essa capacidade de produzir algo específico em sua fábrica, o que acarretará em um atraso na sua produção e em um possível problema de qualidade dos produtos. Por isso, sempre procure saber qual a tipologia de produto que a facção de roupa mais produz.

4. Conformidade da operação

Um quarto fator importante na hora de escolher um fornecedor de moda é levar em consideração o quanto ele está em conformidade com a sustentabilidade e transparência do fornecimento. Ele tem estrangeiros na equipe? Todos estão com o visto em dia? Possui certificados da prefeitura e dos bombeiros? Produz tudo internamente ou quarteiriza a produção? Essas informações são indispensáveis para construir uma cadeia de fornecimento justa e honesta, além de evitar multas e exposição da imagem da marca.

5. Saúde financeira

Por fim, um ponto que muitos estilistas não levam em consideração ao contratar um fornecedor de moda é a saúde financeira. Caso a facção tenha dívidas, existe a probabilidade dela não pagar um funcionário ou um fornecedor, o que impede a entrega dos seus produtos. Sempre solicite a ficha cadastral e peça ao financeiro para verificar se existem dívidas.

Umode

Além de contratar uma facção de roupas e ficar atento às questões de fornecimento de produtos, é possível melhorar a eficiência e desenvolvimento de sua coleção de moda de diversas maneiras. Uma delas é com a Umode, uma plataforma de fashion PLM 100% brasileira: a solução perfeita para aumentar a produtividade e gestão da sua marca. E aí, gostou da matéria e ficará mais atento ao seu fornecedor? Para mais conteúdos relacionados à moda e ao universo fashion, siga-me no Instagram!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: