U.Mode

5 métricas que seu e-commerce deve acompanhar

A administração de um ecommerce não é fácil. Por isso, é necessário prestar atenção e estar sempre atento às tendências do mercado. Ainda bem que existe a análise de indicadores para ajudar os empreendedores nessa tarefa, não é mesmo?

Abcomm índice de confiança de ecommerce mostra que a análise de indicadores cresce mais a cada dia nas empresas. | Foto: Pixabay.

Para transformar sua loja online em um negócio de sucesso, é essencial a verificação de diversos detalhes e não sobram espaços para erros. Pois as decisões devem ser assertivas e baseadas em métricas concretas. Por isso, como maneira de auxiliar os empreendedores, existe a análise de indicadores

Sendo assim, veja, a seguir, como a análise de indicadores funciona e como acompanhar esses indicadores pode ser útil para o seu ecommerce.

O que são métricas?

As métricas são médias quantificáveis que têm a finalidade de verificar o resultado de um processo, estratégia ou ação específica. Em síntese, métricas são medidas de desempenho, fundamentais para quem busca transformar a experiência do seu cliente no ecommerce, por meio de indicadores.

Uma métrica consiste em uma medida representada por um número que deve ser acompanhado, a fim de que você entenda o que está funcionando, ou não, em seu ecommerce. Portanto, ao acompanhar métricas, você consegue acompanhar o andamento da campanha, identificar novidades no mercado e comparar resultados.

Além disso, as métricas vão depender do que você quer e precisa medir. Assim, para saber qual se encaixa melhor na sua estratégia, é importante elaborar um plano para a análise de métricas.

As métricas também são responsáveis por darem origem aos KPIs, isto é, Key Performance Indicators (Indicadores-Chave de Performance, em tradução livre). Os key performance indicators ecommerce referem-se aos indicadores que representam o resultado de uma ação. Nesse sentido, os indicadores são uma continuação das métricas, que são indicadores de informação sobre uma ação.

Logo, os indicadores de desempenho também são muito importantes, pois indicam os reais resultados dos projetos e investimentos feitos. Assim, os principais indicadores são: indicadores de capacidade, indicadores de produtividade, indicadores de qualidade e indicadores estratégicos. 

Os indicadores de desempenho e as métricas ajudam o gestor a acompanhar os processos da empresa de perto. Por isso, tanto as métricas quanto os indicadores são bem-vindos em qualquer empresa.

Um exemplo para conseguir diferenciar as métricas dos indicadores seria pensar no número de leads da sua base (métricas) e qual seria o custo de aquisição por cada lead (indicadores).

Para que serve o acompanhamento de métricas?

Acompanhar e fazer uma análise de métricas ajuda a gerar melhores resultados. Antigamente, era muito difícil mensurar os resultados nos meios tradicionais como comerciais de TV, anúncios em revistas e audiência em programas televisivos e de rádio. 

Mas, com a tecnologia e o marketing digital, acompanhar e fazer a análise de métricas ficou mais fácil. Tanto que, hoje em dia, existem ferramentas de monitoramento que conseguem reunir os dados necessários para compreender como as pessoas estão se relacionando com a marca, produto ou serviço.

Nesse sentido, com as métricas mais definidas, o planejamento e a execução de uma estratégia para se comunicar com o público de maneira assertiva é mais simples. Por isso, consequentemente, as métricas aumentam as chances de sucesso do seu negócio.

Esses indicadores ecommerce também ajudam na análise de comportamento dos clientes. De modo que é possível você verificar algumas informações, como assuntos de interesse, formato preferido, os meios que mais conquistam engajamento e qual linguagem essas pessoas preferem.

Além disso, é por meio das métricas que é possível entender e acompanhar a sua persona. E acompanhar sua persona deve ajudar no processo de elaboração de materiais mais efetivos que chamem a atenção do seu público. Além disso, o fato de você acompanhar a personificação do seu público-alvo deve auxiliar na análise do que funciona ou não na estratégia do ecommerce.

Logo, acompanhar o que está dando certo ou não nas suas campanhas é essencial na montagem de um novo planejamento ou para ajustes na estratégia que está sendo adotada. Portanto, com a análise das métricas você consegue verificar o que precisa ser tirado, mantido ou incluído nas suas ações e, consequentemente, realizar um plano mais bem-elaborado.

A otimização dos investimentos também é uma das vantagens desses indicadores. Pois como você já tem consciência do que está dando certo e o que está dando errado no ecommerce, é possível organizar a verba e direcioná-la para as campanhas que rendem maiores resultados para a empresa.

Como saber quais métricas valem a pena serem acompanhadas?

As métricas podem ser divididas em três categorias para um melhor entendimento, são elas: métricas de atração, métricas de conversão e métricas de receita. De modo que, para entender a posição da sua empresa, é necessário realizar uma análise dos indicadores que podem ser trabalhados, a fim de escolher os melhores indicadores para o momento da sua empresa. 

Os indicadores de atração são responsáveis por acompanhar o comportamento do público do seu site. Assim, com eles, você consegue acompanhar o total de visitantes, fontes de tráfego, práticas do usuário em relação ao conteúdo, dispositivos que foram utilizados no acesso e o nível de compartilhamento.

Por outro lado, os indicadores de conversão têm o objetivo de fazer uma análise do número de cliques em um determinado anúncio, a taxa de conversão do funil, a quantidade de conversões e o nível de rejeição.

Agora, no caso dos indicadores de receita, eles realizam a análise dos custos de aquisição por cliente, receita mensal e o retorno sobre o investimento.

Portanto, para verificar a melhor estratégia, é importante realizar uma análise dos objetivos da companhia, assim, fica mais fácil fazer uma análise e definir quais as métricas que serão utilizadas.

5 métricas para acompanhar no seu e-commerce

Agora que você já entendeu a importância de acompanhar métricas e entende um pouco mais sobre análise de indicadores, conheça 5 indicadores que mostram o crescimento do ecommerce no Brasil:

1. CAC (Custo de Aquisição de Clientes)

O CAC revela o custo na aquisição de cada cliente, além de mostrar o resultado dos investimentos em marketing e vendas dividido pela quantidade de clientes conquistados no período. Sendo assim, a análise dessa métrica é fundamental para realizar uma análise da saúde financeira da empresa. Logo, esses indicadores devem ser calculados uma vez por mês.

2. LTV (Lifetime Value)

LTV ou, em português, Valor do Ciclo de Vida do Cliente, é a métrica responsável pelo cálculo da receita gerada por um consumidor durante seu tempo como cliente ativo da empresa. Além disso, a análise desses indicadores serve para orientar as decisões sobre a saúde financeira da empresa e atrair os investimentos.

3. NPS (Net Promoter Score)

É a métrica utilizada para acompanhar o nível de satisfação do cliente com o atendimento, produtos ou serviços de uma empresa. Logo, essa avaliação é sempre realizada com uma pergunta objetiva, onde o usuário tem que responder, em uma escala de 0 a 10, o quanto indicaria a empresa. Essa é uma das maneiras mais populares de medir a fidelidade do cliente.

4. ROI (Return Over Investment)

Também chamado de “Retorno sobre Investimento”, o ROI consegue calcular quanto dinheiro a empresa está faturando com cada investimento. Nesse sentido, é feita uma análise dos investimentos que valem a pena e uma otimização dos que estão dando certo.

5. Churn

A taxa de Churn é o indicador que mostra o índice de cancelamento dos clientes ou a perda das receitas de uma companhia em um determinado período de tempo. Logo, é muito comum em negócios de assinaturas, pois esses negócios precisam estar atentos aos níveis de satisfação dos usuários.

Abcomm índice de confiança de ecommerce gráfico mostrou que o faturamento do ecommerce cresceu nos últimos tempos. | Foto: Pixabay.

A análise de indicadores no ecommerce é essencial para a tomada de decisão. Pois ela caminha lado a lado com a busca por estratégias que melhor se encaixam na situação da companhia. Portanto, para definir os KPIs corretos, é necessário organizar seus objetivos, a fim de que você consiga encaminhar o negócio para o caminho do sucesso.

UMODE

Em um mundo cada vez mais digital, com tantas lojas físicas migrando para e-commerces, a moda precisa se digitalizar. Neste contexto, os profissionais de moda precisam fazer a gestão e a digitalização do desenvolvimento de suas coleções. 

Para isso, a Umode pode ajudar. A empresa trabalha com sistema PLM (Product Lifecycle Management), que coordena por completo o ciclo de vida de um produto, desde sua concepção até sua entrada em serviço operacional. Com a ferramenta, é possível aumentar a produtividade e gestão da marca, através das seguintes funcionalidades: 

  • Gestão à vista;
  • Controle do status de cada produto;
  • Ficha técnica on-line e padronizada;
  • Gestão de atividades e prazos;
  • Busca por novos fornecedores;
  • Informações sobre tendências;
  • Sistema de segurança 100% na nuvem.

Não perca tempo e agende já a sua demonstração!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: