U.Mode

Automatização de varejo: Veja como e por que fazer

Quando falamos do mercado da moda, e principalmente da comercialização do mercado da moda, o molde do sistema de varejo é sempre destaque. Assim como a maioria dos setores, o uso da tecnologia está mais do que presente, e quando a pauta é comércio, o processo de automação de varejo é muito promissor.

Sendo assim, esse texto é para você, estilista, gerente de produtos, proprietário e/ou sócio, diretor, assistente de estilo, representante de marcas e fornecedores do mercado de moda que busca ampliar seus horizontes no comércio através dos processos de automação do varejo.

Encontre respostas de perguntas-chave para o sucesso, como, o que é a automatização para lojas de varejo? Qual a importância do uso de automação em uma empresa varejista? E muito mais!

Saiba o que é automação para lojas de varejo e qual importância do uso de automação numa empresa varejista. | Foto: Freepik.

O que é automatização de varejo?

Como primeiro passo, é necessário entender a fundo no que consiste o uso de automatização em uma empresa varejista. Assim, a automatização compreende uma estratégia e técnica de utilizar equipamentos e sistemas que comandam e controlam processos de forma automática. Até aí, bem simples e tranquilo, certo? Contudo, esses processos de automatização se materializam em mudanças profundas e complexas no estilo de trabalho de uma empresa varejista.

Como funciona a automatização de varejo?

Desde o simples fato de uma loja ter máquina de cartão de crédito e/ou débito, até tecnologias e maquinários complexos na confecção de seus produtos, tudo isso é resultado da automatização de empresas de varejo.

A cadeia de afetados pela automatização é extensa e passa por todos os nichos de pessoas envolvidas na funcionalidade de um comércio, desde o responsável pela gestão do negócio, o próprio lojista e todos seus funcionários e até os clientes que compram e consomem os produtos.

Por que automatizar o varejo?

Além disso tudo, a grandeza da automatização de processos de varejo é tamanha que é capaz de trazer muitas consequências que servem como um excelente feedback. Com a automatização dos processos, elas podem acabar trazendo eficiência, redução de custos, maior segurança e mais rapidez, além de poder trazer mais flexibilidade e qualidade no momento do atendimento.

Dessa forma, em linhas gerais, reforçando tudo o que foi citado acima, é interessante buscar por processos de automatização do varejo para que:

  • O negócio torne-se mais eficiente;
  • Haja diminuição dos custos e gastos;
  • Exista maior segurança e rapidez no processo;
  • Haja maior flexibilidade e qualidade no atendimento.

Agora que na teoria já está tudo esclarecido, está na hora de colocar tudo isso sobre a automatização em prática em seu próprio negócio de varejo. Não há dúvidas de que a utilização e incorporação de softwares no dia a dia de sua empresa de varejo pode fazer milagres para seu desenvolvimento, por isso, atenha-se às dicas a seguir e nos benefícios que as aplicar poderão te trazer.

Como automatizar o varejo?

Para começar, a implementação da automatização no setor financeiro de uma empresa de varejo deve ser sempre o primeiro passo e a prioridade ao começar do zero. A principal dica para começar os processos de automatização é concentrar todos os dados relacionados a dinheiro, como despesas e pagamentos, em um só lugar. Opte sempre por um software mais intuitivo possível, que seja capaz de centralizar todas as questões financeiras em um só lugar e facilite a automatização da empresa.

Outra dica muito valiosa está relacionada à questão de planejamento na automatização do varejo. Trabalhe sempre com indicadores de performances em todos os departamentos de seu varejo. Esses indicadores ajudarão muito a compreender a situação em que a empresa está no quesito de metas a serem cumpridas, metas já realizadas, objetivos futuros, enfim, será um excelente norte.

Visando sempre maior aproveitamento e alta produtividade de uma empresa de varejo, é muito interessante utilizar a automatização até nos quesitos nada mecânicos, como os funcionários, suas funções e deveres. Há softwares que ajudarão a dinâmica da empresa e serão capazes de realizar a alocação de funcionários em atividades mais estratégicas do varejo – contribuindo para esses processos de automatização.

Mantendo os funcionários mais voláteis quanto a suas funções e ações dependendo de demandas e necessidades estratégicas, os benefícios para o faturamento e rendimento de um varejo atingem altos índices, além de reduzir problemas como o retrabalho de alguma área específica, já que isso significa perda de tempo, de dinheiro e até de um certo ritmo de produtividade.

Por fim, a ação e benefício mais importante que o mercado da automatização de varejo pode trazer diz respeito a um controle de estoque mais eficiente. Por mais que seja muito difícil controlar os aspectos monetários de um estoque de varejo, vale sempre lembrar que os órgãos públicos da economia estão sempre de olho nos valores de seu estoque. 

Através da Receita Federal, todos os valores que foram informados, ficam muito bem guardados, por isso é sempre importante que você, profissional do varejo, tenha na ponta do lápis as condições e situações monetárias de seu estoque, ou melhor, na ponta do mouse, afinal há vários softwares capazes de te ajudar nessa missão.

O software para comércio varejista agiliza e facilita a administração do estoque do varejo. Através de modernidades que já estão para lá de incorporadas em nosso cotidiano, como código de barras em produtos ou até mesmo os famosos QR codes, é possível realizar o controle das entradas e saídas com muito mais rapidez e eficácia. Assim, a situação financeira de seu estoque do varejo fica sempre dentro dos conformes.

Além de todos os aspectos práticos já citados, é muito importante também levantar a questão da segurança que a automatização de uma empresa de varejo pode prover. A automatização de processos varejistas reduz drasticamente erros que podem ser comprometedores.

Não são isolados os casos de fraudes e problemas que um varejo não automatizado chega a enfrentar. Basta um cliente ou até mesmo um funcionário mal intencionado para causar um grande estrago em seu varejo, por isso, invista em softwares que garantirão a segurança de seu comércio e que, sem dúvida alguma, irão credibilizar ainda mais sua empresa no mercado da automatização de varejo.

Para que serve a automatização de varejo?

Apesar de não ser um investimento muito barato, escolher a automatização do seu negócio varejista é um passo quase que definitivo para o caminho do sucesso ou do fracasso da empresa, principalmente no ramo da moda. 

Incorporar uma perspectiva mais profissional e que seja sempre compatível com o tamanho do seu negócio e de seu bolso, claro, é uma escolha muito importante. Encare os gastos que você terá com o processo de automatização de seu varejo como um investimento, que terá um grande lucro e uma grande resposta mais à frente. Confie na chave do sucesso profissional!

UMODE

A automatização e digitalização dos processos está se tornando prioridade em um mundo que é cada vez mais digital. Nesse contexto, a moda não fica de fora. É fundamental que os profissionais do ramo façam a gestão e a digitalização do desenvolvimento de suas coleções. É aqui que a Umode pode fazer toda a diferença.

A empresa trabalha com sistema PLM (Product Lifecycle Management), que coordena por completo o ciclo de vida de um produto, desde sua concepção até sua entrada em serviço operacional. Com a ferramenta, é possível aumentar a produtividade e gestão da marca, através das seguintes funcionalidades: 

  • Gestão à vista;
  • Controle do status de cada produto;
  • Ficha técnica on-line e padronizada;
  • Gestão de atividades e prazos;
  • Busca por novos fornecedores;
  • Informações sobre tendências;
  • Sistema de segurança 100% na nuvem.

Não perca tempo e agende já a sua demonstração!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: