U.Mode

Fichas técnicas de moda: conheça as diferenças entre os modelos

Desde os primeiros esboços até a finalização de uma coleção de moda, a comunicação entre a equipe é uma das bases para se obter bons resultados com determinada produção têxtil.

Para manter as atualizações dos processos sempre em dia, utiliza-se a ficha técnica de moda, uma importante ferramenta de organização. Com a tecnologia, hoje é possível ter acesso a esse documento na palma da mão.

A ficha técnica de moda é fundamental em uma indústria de confecção. Ela organiza as etapas de produção, orientando melhor todas as pessoas que atuam ao longo de todo o processo e minimizando as chances de o resultado aguardado não sair conforme o esperado.

No entanto, as pilhas de fichas impressas ficaram para trás. Nesse sentido, a plataforma Umode conta com soluções que podem te ajudar! Confira mais informações neste post que preparamos.

 A U.Mode permite que empresas desenvolvam fichas técnicas de moda no formato digital | Foto: Reprodução / Pixabay

Ficha técnica: o que é?

Antes de chegar ao seu resultado, e ir parar na vitrine de sua loja favorita, cada peça é sistematizada em fichas técnicas particulares. Esse processo é feito a fim de contabilizar os recursos necessários para cada etapa de sua produção.

Neste registro, presente conforme certa técnica de confecção, deve-se constar informações bem detalhadas, como quais matérias-primas serão utilizadas, as quantidades específicas e os prazos de entrega. 

A ficha técnica de moda é, em poucas palavras, o documento de identidade, um manual, da jornada de produção. Por isso é essencial, percebeu a importância?

Assim, ao adicionar os dados sobre o produto na ficha técnica moda digital da Umode, os integrantes da equipe têm a possibilidade de trabalhar em sinergia na coleção. Essa otimização do ofício se dá graças ao uso da ferramenta Fashion PLM (Product Lifecycle Management) ou Gestão do Ciclo de Vida do Produto. 

Com a Fashion PLM, os profissionais estabelecem relações mais diretas e consolidadas durante o desenvolvimento dos projetos. Além disso, compartilham suas ideias de modo mais prático, posto que tal mecanismo busca integrar todos os materiais que envolvem o trabalho em uma única plataforma. Há maior dinamicidade.

Na Umode, é possível acessar o planejamento a qualquer período do dia e adicionar instantaneamente novas informações e arquivos de diferentes formatos. Também há a possibilidade de padronizar as fichas técnicas do processo de produção têxtil, facilitando a compreensão do grupo sobre cada atividade a ser realizada.

Qual é o modelo de ficha técnica ideal?

Contudo, mesmo com o trabalho sincronizado, a equipe pode escolher entre dois modelos de fichas técnicas. A depender do escolhido, pode atender às necessidades do aspecto macro até à organização mais específicas. São elas: a ficha técnica moda geral e a ficha técnica moda focada em departamentos.

Ficha técnica de moda geral

Como o próprio nome já diz, a ficha técnica de moda geral reúne as informações gerais de todos os setores que participam da produção. Ela fornece uma visão panorâmica do andamento das ações, é mais abrangente.

A comunicação integrada é o seu foco. Desse modo, permite que os colaboradores estejam a par da confecção completa da peça e fiquem atentos quanto às diferentes demandas.

Ficha técnica de moda focada em departamentos

A ficha técnica de moda focada em departamentos, por outro lado, contempla uma etapa mais detalhada desse processo. O documento apresenta dados individuais que serão utilizados apenas por uma função particular.

Nela, não há a necessidade de compartilhar as atualizações do processo com todos os membros envolvidos no projeto.

Construindo uma ficha técnica de moda

Se o desejo da equipe é o de transportar as ideias do papel para uma peça real, o detalhamento das fases da confecção na ficha técnica deve ser o mais preciso possível. Isso, para que o resultado do produto não seja prejudicado.

De acordo com os interesses do projeto, cada empresa pode adotar os pontos mais importantes. Confira abaixo os principais passos utilizados para compor esse documento.

Fazendo a ficha técnica de moda: etapas

  • Reunir as informações primordiais sobre o produto (o estilista que assinou, a coleção que faz parte e as medidas da peça-piloto, por exemplo);
  • Destacar os tamanhos disponíveis e as quantidades necessárias;
  • Reproduzir a peça em três dimensões, com o objetivo de auxiliar o processo de fabricação;
  • Descrever de forma técnica os detalhes que compõem a peça, como decote e comprimento;
  • Para indicar os materiais que integram a peça, especifique-os em duas categorias: os materiais principais representam os altamente utilizados na produção (tecidos) e os materiais secundários, inseridos na sustentação, acabamento e finalização (botão e zíper);
  • Destacar os tipos de costura do trabalho;
  • Inserir as informações sobre as etiquetas obrigatórias e as específicas do produto;
  • Informar quais são os materiais para embalar e transportar a confecção;
  • Mencionar os fornecedores externos responsáveis por alguns elementos do projeto, como estamparias; 
  • Desenvolver representações dos moldes usados durante a produção, bem como o seu processo de montagem e o tempo investido; 
  • Se houver pontos especiais sobre alguma fase específica da confecção, deve-se adicionar essas observações.
Foto : Freepik

Umode e o meio ambiente

Com a adoção de plataformas como a U.Mode, além do dinamismo ao longo do processo de produção têxtil, uma outra questão que também merece destaque é o meio ambiente. O desenvolvimento digital de fichas técnicas permite que o consumo e o desperdício de papel sejam reduzidos Sendo assim, transforma a startup em uma inspiração para outras empresas e referência dentro do mercado da moda.

Saiba mais sobre a Umode

Ela é 100% brasileira! A U.Mode nasceu com o intuito de auxiliar projetos digitais de diferentes empresas do segmento da moda. Com a plataforma, os usuários são capazes de desenvolver briefings sobre novas coleções. Além disso, estabelecer metas e prazos, analisar previsões de receita e estar por dentro das tendências do mercado. 

Fundada pelos sócios Saulo Arruda, Juliana Ferré e João Risoleo, a startup já contemplou a gestão de fichas técnicas de moda de marcas nacionais bastante conhecidas, como Reserva e Gallerist. Durante a pandemia, a U.Mode atendeu médios e grandes negócios, somando mais de 3500 empresas cadastradas em seu sistema.

Entre em contato, clicando aqui, e tire todas as suas dúvidas com a gente!

Deixe uma resposta

Sair da versão mobile
%%footer%%