U.Mode

Aprenda a usar as mídias sociais integradas ao e-commerce e melhore seus resultados

Para impulsionar as vendas de uma empresa em canais digitais, a comunicação com os clientes pelas redes sociais é uma ótima alternativa. Essa integração entre mídias sociais e e-commerce é conhecida como “Social commerce”. 

E-commerce é mídia social? | Foto: Unsplash.

Como integrar as mídias sociais com o e-commerce?

A melhor forma de integrar a mídia social no e-commerce é trabalhar muito bem as redes sociais da marca, promovendo um contato próximo com os clientes. As plataformas proporcionam recursos que facilitam o sistema de e-commerce. Essa prática de integração é uma boa estratégia de marketing.

Facebook e Instagram, duas das redes sociais mais conhecidas e acessadas do mundo, possuem um sistema que visa integrar as mídias sociais ao e-commerce. As plataformas permitem que o gerenciador de um perfil de uma loja virtual transforme sua página em um perfil comercial. Com este recurso, é possível acompanhar todo o engajamento da página através de métricas detalhadas geradas pelos próprios apps. 

Ambas as redes permitem também que as contas comerciais criem anúncios de produtos, que serão mostrados como posts patrocinados para os usuários. O mais interessante dessa estratégia é que, na hora de configurar o anúncio, é possível escolher o público-alvo para quem ele irá aparecer. O investimento não possui um valor alto e é muito assertivo, uma vez que o conteúdo divulgado pelo e-commerce atingirá justamente o público interessado no assunto, aumentando as possibilidades de conversões. 

Outra estratégia das duas plataformas que também busca integrar as mídias sociais ao e-commerce é a Loja Virtual no Facebook e Instagram. Através dela, é possível criar um catálogo na própria rede social, que aparecerá como uma vitrine virtual para quem acessar o perfil. Com este recurso, também é possível marcar os produtos nas fotos do feed e stories como uma etiqueta. 

Desta forma, se um usuário se interessar por alguma peça ou objeto em uma foto que viu, basta clicar na marcação e ele será redirecionado para a aba do item no catálogo. Nela, é possível ter acesso a todas as especificações do produto e até mesmo finalizar a compra. 

O TikTok é uma rede mais recente, mas que também está conquistando seu lugar como uma das mídias sociais mais baixadas do mundo e tem facilitado a tarefa de integrar o e-commerce. Assim como Instagram e Facebook, através dele, também é possível patrocinar vídeos de produtos e finalizar a compra dentro do próprio app.

Utilizar esses recursos que os próprios apps proporcionam é uma boa estratégia para integrar as mídias sociais ao e-commerce, tendo em vista que todo o processo de comunicação da empresa – que pode ser desenvolvido também pela criação de conteúdos nas redes – está associado a ferramentas de publicidade e ao processo final de aquisição nas lojas virtuais, incorporando o e-commerce ao marketplace. 

Por que integrar as mídias sociais ao e-commerce?

Com o início da pandemia do coronavírus em 2020, a economia mundial sofreu grandes impactos. A necessidade de isolamento social fez com que lojas e empreendimentos físicos fossem prejudicados. À vista disso, houve uma intensificação do comércio virtual como forma de amenizar as consequências da quarentena. Segundo a matéria “Como a pandemia ‘bagunçou’ a economia brasileira em 2020”, veiculada pelo portal G1 de notícias, o comércio eletrônico foi o setor com maior faturamento mensal no ano. Isso mostra o quanto as pessoas passaram a consumir pela internet.

A necessidade de integrar as mídias sociais ao e-commerce se dá não só pela transformação advinda da pandemia, mas também porque este comportamento dos usuários já vinha mudando há muito tempo, e as compras on-line já eram familiares para muitos. É necessário se adaptar aos hábitos de compra da sociedade para não ficar desatualizado e acabar perdendo oportunidades de venda. 

Além disso, essa integração também é muito positiva para os e-commerces, pois gera uma aproximação muito maior com o público. A vantagem de possuir um e-commerce é que a interação com os clientes nas mídias sociais é muito maior. Pelas redes é possível responder às dúvidas dos clientes por mensagem, criar conteúdo para a marca que irá despertar o interesse dos usuários, fidelizar compradores e trabalhar estratégias de remarketing. 

O investimento em mídias sociais também não costuma ser muito caro. Para possuir um perfil comercial no Facebook e no Instagram, por exemplo, não existe nenhum valor cobrado, nem mesmo para expor os produtos nas vitrines virtuais. A única estratégia cobrada é a de patrocínio de publicações e anúncios nas plataformas, mas que, mesmo assim, não costuma ser muito caro. 

Mídia social no e-commerce, como integrar? Veja 5 dicas para integrar mídias sociais. | Foto: Unsplash.

5 dicas para integrar as mídias sociais ao e-commerce:

1- Aproveite os recursos que os apps de redes sociais disponibilizam

Como já dito, os aplicativos proporcionam uma série de recursos que ajudam na integração das mídias sociais com o e-commerce, como funções de anúncios e marketplace. Aproveite para trabalhar todas elas e trazer mais visibilidade para o seu comércio. 

2- Trabalhe a produção ativa de conteúdo nas mídias sociais

A produção de conteúdo é um dos elementos mais valorizados pelos clientes ao decidirem seguir ou acompanhar a página de um e-commerce. Uma boa gestão das mídias sociais é essencial para o êxito de um comércio virtual. 

Tenha uma identidade visual definida, crie conteúdos interessantes, tenha clareza na comunicação e adapte a linguagem para o seu público-alvo. Preste atenção nas tendências para produzir aquilo que as pessoas estão gostando de consumir no momento. 

3- Acompanhe as métricas geradas pelas próprias plataformas

Estipule metas e use os recursos de métricas das próprias redes para monitorar o engajamento das suas publicações. Esse passo é importante para compreender quanto o seu esforço nas mídias sociais está sendo efetivo e se você está no caminho certo. 

4- Tenha constância nas postagens nas mídias sociais

Esteja realmente presente na rede comunicando sua marca. Elabore um cronograma de postagens nas mídias sociais. Os algoritmos das redes sociais costumam valorizar perfis que possuem constância nas postagens e estão sempre produzindo conteúdo e atualizando as páginas. 

5- Interaja com o seu público

Fidelize seu público interagindo com eles. Responda às mensagens privadas e aos comentários. Crie uma relação com os clientes nas mídias sociais para que eles lembrem de você sempre que precisarem de algum serviço e o tenham como referência. 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: