U.Mode

Quais as métricas do comércio de moda?

Abrir um e-commerce de moda pode ser a realização dos sonhos de muitas pessoas. Contudo, para garantir que o negócio se desenvolva adequadamente e apresente resultados interessantes é necessário um esforço constante em compreender as pistas que ele oferece sobre sua própria saúde. Assim sendo, quais as métricas do e-commerce?

Saiba quais as métricas do e-commerce de moda relevantes. | Foto: Freepik.

Essas dicas são chamadas de métricas no marketing digital. Elas são cruciais para dar o correto direcionamento das estratégias de uma empresa e analisar os seus resultados. Para te ajudar com isso, neste artigo, vamos dizer quais as métricas do e-commerce de moda você deve ficar atento. Confira!

O que são as métricas para um e-commerce de moda?

Você conhece seu negócio? Considera que seu e-commerce de moda está crescendo? Se a sua resposta foi sim para as duas perguntas anteriores, temos mais uma questão: o quanto a sua resposta foi embasada nos dados da sua empresa?

Um erro comum de alguns empreendedores é simplesmente ignorar os dados. Saiba que isso nunca deve ser feito. Os dados que o seu negócio gera devem ser compilados, analisados e utilizados para o crescimento dos resultados da empresa.

Neste tocante, no marketing digital, utilizam-se as métricas para oferecer um panorama preciso do negócio. Para aqueles que não conhecem o termo, métricas consistem nos resultados obtidos pela aplicação de suas estratégias.

Portanto, as métricas apresentam informações fundamentais para o crescimento do seu e-commerce de moda. No universo das decisões estratégicas, elas podem ser utilizadas como um “GPS” indicando para as melhores direções.

Qual a importância dessas métricas para moda?

Como você já deve ter percebido com o que falamos até aqui, as métricas são essenciais para tomar decisões acertadas para o seu e-commerce de moda. Acompanhar e analisar os dados de maneira rotineira pode resultar em:

  • Redução de custos: através da identificação do que está ou não dando certo nos processos da empresa.
  • Antecipação ante a concorrência: por meio da identificação das tendências de mercado e dos gostos dos seus clientes.
  • Otimização das estratégias: através da aproximação das estratégias com o interesse do seu público-alvo.

Principais métricas de um e-commerce de moda

Existem diversas métricas que dão sinais diferentes sobre a saúde do seu negócio e as possibilidades de crescimento. No entanto, nem todas são igualmente relevantes e algumas podem confundir mais do que oferecer caminhos.

Por exemplo, o número de curtidas no Instagram por si só pode não representar nenhuma informação valiosa para seu e-commerce de moda. Mais interessante seria analisar quantos usuários que curtem suas fotos acabam por realizar uma compra no seu site.

Logo, é interessante saber para onde olhar. Para te ajudar a colher e analisar as informações certas, vamos te dizer sobre quais as métricas do e-commerce de moda você deve colocar sua atenção. Veja as dicas!

Taxa de conversão

A primeira métrica de e-commerce que vamos falar é a taxa de conversão. Para aqueles familiarizados com o marketing digital, este termo já é conhecido. Uma conversão ocorre quando um visitante toma uma ação esperada no seu site, por exemplo, uma compra ou um download.

Então, a taxa de conversão representa a quantidade de usuários que visitaram seu e-commerce de moda e realmente consumiram algum produto. Para calculá-la, é feita uma operação matemática bem simples, utilizando a seguinte fórmula:

(número de visitantes/total de visitas ao site)

Quanto maior for a taxa de conversão, melhor. Porém, taxas baixas devem ser um alerta. Elas são sinais de problemas no seu site, na descrição de produtos, na navegabilidade do conteúdo e na facilidade de executar uma compra.

Vendas e Receita

Esta é uma métrica muito importante e que comumente é analisada pelos empreendedores. Afinal, as vendas são o objetivo primordial do seu e-commerce de moda. Para obter esses dados, basta observar o montante de vendas que foram realizadas no dia anterior.

Ao esquematizar as informações colhidas em um gráfico, é possível analisar a trajetória dos números das vendas do seu negócio. Um dos pontos interessantes desta métrica é que ela indica de uma maneira mais crua o crescimento do seu e-commerce.

Observando a trajetória dos números, percebe-se se há uma tendência de alta ou queda. Se houver queda (ou somente uma indicação de queda) nas vendas, analise o que está por trás. É importante saber os motivos, isso não acontece por acaso. Caso ocorra aumento, investigue também.

Ticket Médio

O ticket médio consiste no valor que, em média, cada cliente gasta em uma compra no seu e-commerce de moda. Essa é uma informação essencial para saber quantos clientes são necessários para atingir suas metas de vendas mensais. Para calculá-lo, segue a seguinte fórmula:

(valor vendido no mês em reais/números de clientes no respectivo mês)

Segundo relatório do Ebit, o ticket médio dos e-commerces de moda brasileiros gira em torno de R$ 177. Contudo, obviamente o valor do seu pode ser maior ou menor. Caso seu ticket médio esteja baixo é momento de pensar em estratégias para que seus clientes gastem mais na sua loja.

Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

O Custo de Aquisição de Clientes, conhecido pela sigla CAC, representa o montante gasto para que um cliente chegue até seu e-commerce. Neste cálculo, leva-se em conta os custos com publicidade, por isso a importância de registrá-los devidamente. Para chegar ao seu CAC, usa-se a fórmula:

(soma de todos os custos para adquirir um cliente/número de clientes adquiridos)

Quanto menor for o CAC do seu e-commerce de moda, mais bem planejada e efetiva é sua estratégia de retenção dos clientes. Porém, se o custo para atrair o cliente é maior do que o ticket médio, significa que você está tendo prejuízo.

ROI (Return on Investment)

Por fim, temos o ROI ou Return On Investment. Esta é uma métrica bastante conhecida do marketing digital. Seguindo uma lógica similar à do CAC, ela é utilizada quando se deseja medir o retorno sobre um investimento em particular, por exemplo, o retorno de uma campanha publicitária. Para descobri-lo, usa-se a seguinte fórmula:

([retorno do investimento – custo do investimento]/custo do investimento)

O ROI é perfeito para medir o desempenho de uma campanha de marketing digital. Contudo, não é a única métrica com essa função. Existem outras variáveis que devem ser observadas para aprofundar a análise dos resultados de uma campanha nas redes, mas o ROI oferece um bom indicador.

Para te ajudar a compreender como funciona o ROI, vamos exemplificar. Pense que seu e-commerce de moda investiu mil reais em campanhas publicitárias no Instagram e faturou 10 mil reais em vendas. Isso significa que o ROI ficou em 10, pois o retorno excedeu dez vezes o investimento.

Melhores ferramentas de acompanhamento de métricas para um e-commerce de moda

Neste momento você já conhece as principais métricas de e-commerce de moda, chegou o momento de saber como acompanhá-las. Essas informações podem ser obtidas por plataformas que se ligam ao seu site ou marketplace. Por isso, preste atenção nas dicas de ferramentas nas quais as métricas de e-commerce podem ser acompanhadas:

Google Analytics

A primeira plataforma para acompanhar as métricas do seu negócio é o Google Analytics. Essa ferramenta Google é capaz de, em tempo real, entregar as seguintes informações:

  • Número de visitas ao site;
  • Tempo de permanência do usuário em cada página;
  • Quais páginas são mais ou menos visitas;
  • Quais canais de comunicação que os usuários usam para chegar ao seu site.

O Google Analytics é uma plataforma que disponibiliza parte de seus recursos gratuitamente, basta ter uma conta Google. Como você deve ter percebido, além da quantidade de visitantes, a ferramenta foca na identificação do comportamentos dos usuários. Por ela também é possível obter métricas como análise das vendas e medição do ROI.

ERP

Nossa outra indicação de plataforma são os ERPs, sigla para Enterprise Resource Planning (Sistema Integrado de Gestão Empresarial). Eles consistem em programas corporativos que podem compilar e  analisar todas as métricas relevantes do seu e-commerce de moda.

Dois exemplos conhecidos de ERPs que podem ser utilizados no seu negócio de moda são o Bling e a Tiny. Com o uso de ERP, você poderá ter acesso aos números de vendas, lucro, gastos com publicidade, além do estoque e das finanças.

A grande vantagem de usar um ERP é o aumento da capacidade de organizar os processos do seu e-commerce de moda e integrar as equipes dos vários setores da empresa. Além de, é claro, facilitar o acompanhamento das métricas relevantes para o negócio.

Gostou do conteúdo? Conheça a Umode! Nós oferecemos os serviços de fashion PLM, que auxilia na gestão e no desenvolvimento da sua coleção de moda. Entre em contato conosco e saiba tudo sobre quais as métricas do e-commerce de moda!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: