U.Mode

precificação moda

Conheça 5 formas de precificar o seu produto de moda

Você sabe como precificar um produto? Quando o assunto é precificação de produtos de moda, a situação pode ficar um pouco complicada. Nem todas as lojas, artistas, criadores e estilistas sabem boas formas e maneiras de colocar o preço em sua coleção de moda. Para te ajudar nessa tarefa, a U.Mode separou 5 formas de precificar o seu produto. Confira!

Leve em consideração diversos fatores na hora de fazer a precificação | Foto: Unsplash

Como fazer a precificação de produtos

Na hora de precificar uma coleção de moda devemos levar em consideração o trabalho artístico por trás da peça pronta, o tempo e o gasto com materiais, por exemplo, que são fatores que nem todos veem e valorizam na hora de comprar uma peça.

Além disso, a precificação de marcas e produções de competição direta também devem ser pensadas ao fazer a precificação de produtos próprios. A conta para fazer tudo isso e valorizar o produto de moda e o trabalho do artista pode não ser tão fácil. Por isso, a U.Mode trouxe algumas formas para você fazer a precificação de sua coleção de moda da melhor forma. Vejamos!

1. Entenda a importância da precificação

Antes de partir para a ação de como precificar um produto, devemos entender por que isso deve ser feito de maneira muito bem pensada.

O processo de criação de uma peça ou criação de moda envolve gastos, despesas e investimentos que devem ser cobertos com o preço que a roupa for vendida. Se isso não acontecer, seu negócio não está valendo a pena. Você pode estar perdendo muito mais do que dinheiro, mas também tempo e criatividade em vendas que não valorizam seu trabalho.

2. Faça as contas exatas

Essa dica não serve apenas para a precificação no mercado de moda, mas em todos! Você precisa ter bem estabelecido quais são os seus gastos e os seus lucros. Há a necessidade de fazer cálculos exatos que não sejam apenas “aproximados”, porque no final das contas, o que você ganha ou perde não é simplesmente “aproximado”.

Fatores que você nem imagina, devem entrar neste cálculo, como: mão de obra, objetos para o trabalho, conta de água, eletricidade e aluguel! A regra é: se você gasta, deve ser coberto.

3. Preste atenção em quem compra

As grandes análises de mercado que profissionais do marketing fazem hoje em dia não são à toa. Grande parte da decisão de precificar um produto vem da análise do seu público-alvo. Avaliar se ele é um cliente fiel, que tem variação de renda, qual é sua renda, a idade e a capacidade de compra, são, por exemplo, fatores que influenciam muito na precificação.

E se você ainda não tem um público-alvo, defina-o, mesmo que por agora. Essa ação é muito importante e necessária para saber para quem você está vendendo e qual preço deve cobrar.

4. Converse com seus clientes

Comunicação é essencial, seja para conquistar novos clientes ou para manter os que você já tem. Converse por redes sociais, pessoalmente nas lojas ou até mesmo com pesquisas. Você precisa interagir com as pessoas e saber a opinião delas. A partir disso você tem bons feedbacks para saber o que fazer com os preços de suas coleções de moda.

5. Defina um caminho e uma estratégia

Com todas essas dicas e variáveis você pode ficar um pouco perdido, mas lembre-se: para todo objetivo a ser alcançado, há um caminho a ser trilhado. Estabeleça bem quais são os sonhos e objetivos que deseja alcançar e a partir disso, defina qual será o melhor caminho a percorrer.

Uma boa coleção de moda é planejada com antecedência! Se precisar de ajuda, a plataforma de fashion PLM da U.Mode pode ajudar. Clique aqui e saiba mais!

Coleção de moda com a U.Mode

Se você gostou dessas dicas e acredita que será útil para te ajudar a precificar sua coleção de moda e criações, confira mais conteúdos como esse no blog da U.Mode!

A U.Mode uma plataforma fashion PLM 100% brasileira que incentiva o trabalho de estilistas, gerentes de produtos, assistentes de estilos, marcas, fornecedores e lojas na área da moda. O foco é facilitar o processo de criação de moda e incentivar a digitalização no desenvolvimento de coleções. Clique aqui e acesse nosso site!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: