U.Mode

Conheça a melhor forma de integrar seu marketing, e-commerce e vendas

Com a expansão cada vez mais rápida do e-commerce, os empreendedores procuram meios de otimizar seus processos e fazer o seu negócio crescer. Nesse sentido, a integração de ferramentas é uma ótima estratégia para aumentar a visibilidade das marcas, bem como tornar mais prática a transmissão de informações entre os diferentes sistemas utilizados. 

A integração de ferramentas é uma ótima estratégia para seu negócio. | Foto: Unsplash/Campaign Creators.

A integração do marketing com o e-commerce e as vendas traz diversos benefícios. Por isso, vamos lhe mostrar como realizar essa integração de forma correta!

Qual a importância de ter o marketing, o e-commerce e as vendas bem integradas?

A integração entre o e-commerce, o marketing e as vendas é cada vez mais usada no mundo das vendas on-line por ser uma forma de facilitar o processo e de impulsionar as vendas.

Bom, até aqui, você já entendeu que a integração entre o marketing, o e-commerce e as vendas é vantajosa para o seu negócio. A seguir, vamos explicar o porquê de fazer essa integração e como fazê-la.

É na plataforma do e-commerce onde você cadastra os produtos, faz a exibição de ofertas, faz a gestão dos pedidos, entre outras operações presentes no processo de venda on-line. Porém, ainda que grande parte desse processo seja feito na loja virtual, existem os componentes físicos que são a gestão de estoque e o despacho de mercadorias. 

A organização dessas rotinas exige um sistema forte e esse trabalho normalmente é feito pelo ERP – Enterprise Resource Planning (Sistema Integrado de Gestão, em tradução livre).

Em vista disso, a integração do e-commerce e do ERP é fundamental para o bom funcionamento da loja on-line, já que quase todas as rotinas passam por ambos os sistemas. Assim, o processo ocorre de forma automatizada e com um menor risco de falha.

Além disso, a integração do e-commerce com o marketplace também é uma ótima estratégia para fazer com que seu negócio cresça, uma vez que impulsiona o alcance da sua loja virtual. Ainda, existe a diminuição de custos com o marketing digital, já que não é preciso gastar em anúncios com mídia paga, pois o próprio marketplace realiza esse trabalho de marketing.

Ademais, muitas lojas virtuais já possuem o e-commerce e o marketing integrados sem nem mesmo ter consciência disso, uma vez que, em muitos casos, as marcas são geridas por uma ou duas pessoas, as quais são responsáveis por todas as partes do processo: vendas, marketing, controle do estoque e gestão financeira. 

Porém, mesmo nesses casos, a integração marketing e e-commerce perfeita é muito eficiente para o negócio e pode ser feita com ferramentas de integração.

Como integrar as três partes?

Agora que você já entendeu a importância de integrar o marketing com o e-commerce e as vendas, é preciso saber como realizar essa integração de forma correta.

Existem diferentes formas de se realizar a integração no e-commerce, mas as principais são feitas por meio de APIs ou webservice. E ambas possuem o mesmo objetivo de facilitar a transmissão de informações entre diferentes sistemas, de modo que esses dados sejam atualizados de forma automática. 

Tal processo pode ser feito de forma nativa ou por meio de um integrador. A principal diferença entre eles é o custo, já que na integração nativa, não é necessário contratar um novo serviço.

A integração do e-commerce com o marketplace é um processo diferente. Antes de qualquer coisa, é preciso estudar o alcance e o público do marketplace, procurando saber se seu público-alvo está presente, se esse marketplace tem um bom volume de acessos e quais produtos da sua marca serão vendidos nele. 

A partir disso, você irá analisar se vale a pena, ou não, integrar seu e-commerce com o marketplace. Além disso, certifique-se também se a plataforma do seu e-commerce permite a integração com marketplace e se isso exigirá custos adicionais ou se poderá ser feito sem nenhum gasto. Para obter essas informações entre em contato com o serviço da plataforma que você utiliza. 

Caso sua loja on-line seja desenvolvimento próprio, peça ao desenvolvedor que ele estude as APIs do marketplace no qual você deseja integrar. Outra opção é contratar empresas especializadas em integrações de e-commerce e marketplace.

Uma vez concluídos esses passos, basta realizar o cadastro dos produtos no marketplace e logo seus produtos começarão a ser vendidos. 

Finalmente, para se realizar a integração do marketing com as vendas, é possível utilizar a automação no e-commerce, tendo cuidado para escolher um software de qualidade com o intuito de usufruir ao máximo dessa estratégia de integrar marketing e vendas. 

5 motivos para integrá-las hoje ainda

Você já sabe como integrar marketing, e-commerce e vendas. Mas quais os benefícios obtidos com essa integração? Para te ajudar a responder essa questão, listamos, a seguir, as várias vantagens da integração de ferramentas.

1. Maior agilidade na gestão

Sem a integração de ferramentas, você precisará fazer o cadastro dos dados dos produtos de forma manual no ERP, na plataforma do e-commerce e no marketplace, ou seja, você terá que colocar todas as informações de maneira repetitiva. 

Ao realizar a integração, esse processo é feito uma única vez e, automaticamente, os diferentes sistemas são atualizados. Assim, você ganha tempo e agilidade!

2. Melhor controle do estoque

Com a integração do e-commerce com o marketing e as vendas, você melhora a sua organização em relação ao processo, o que inclui o controle do estoque. A pior coisa para o consumidor é efetuar a compra de um produto e depois descobrir que ele está fora de estoque, o que afeta também o empreendedor, uma vez que isso gera uma grande insatisfação com a marca. 

Mas a integração de ferramentas evita que esse transtorno ocorra, melhorando a experiência do cliente e a imagem da loja.

3. Erros são evitados

Em qualquer tarefa manual, erros humanos podem acontecer. Tendo isso em vista, a integração das três partes automatiza a atualização dos dados nos diferentes sistemas, o que evita falhas.

4. Expansão do nicho

Ao integrar o seu e-commerce com o marketplace, sua marca alcança uma maior variedade de clientes, visto que no site do marketplace existem outras lojas de diferentes segmentos, o que significa um volume maior de acessos no site. Dessa forma, é possível expandir seu público.

5. Mais vendas

Devido à expansão do nicho de clientes da marca, sua loja virtual consegue um alcance maior e, como consequência, suas vendas também aumentam. Além disso, a integração do marketing com as vendas também contribui para impulsioná-las devido ao trabalho conjunto de ambos.

Afinal, integrar o marketing com o e-commerce e as vendas é um ótimo plano para impulsionar o alcance de sua marca e tornar o processo de vendas mais prático e seguro. Não é à toa que a integração de ferramentas é tão recomendada. Existem diversas ferramentas de integração contínua entre as três partes. Então, que tal experimentar agora essa estratégia? Você não irá se arrepender!

Umode

Agora que você já sabe como integrar seu marketing, e-commerce e vendas, conheça a facilidade que nossa plataforma Fashion PLM referência poderá te ajudar.

A Umode te ajuda a aumentar a eficiência do seu negócio de moda. Plataforma altamente especializada, a Umode existe para ajudar estilistas, gerentes de produtos, proprietário, sócio, diretor, assistente de estilo, marcas e fornecedores de moda. Assim, a empresa oferece suporte ao processo de desenvolvimento de coleções de moda. Nosso objetivo é, por meio da agilidade e organização, tornar mais fácil a vida das equipes de criação.

Clique aqui para entrar em contato e saber mais sobre a Umode! Leve, agora mesmo, as suas coleções a um outro patamar.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: