coleção-cápsula

Moda: Como desenvolver uma coleção cápsula

Entenda o que é uma coleção cápsula e como desenvolver a sua

Uma coleção de moda é a responsável por definir a identidade visual de marcas e estilistas, portanto, é necessário que os criadores dediquem tempo e atenção. As coleções principais são lançadas de acordo com as estações do ano, como primavera/verão ou outono/inverno e, por esse motivo, diversas marcas estão investindo cada vez mais nas coleções cápsulas.

O que é uma coleção cápsula?

As coleções cápsulas são pequenas coleções, geralmente lançadas entre as grandes coleções. Elas não precisam seguir as épocas do ano e, por isso, contam com peças que variam entre as estações e não possuem qualquer relação com o tema da coleção principal.

Uma diferença importante é que as coleções cápsulas disponibilizam uma quantidade menor de peças e normalmente estão relacionadas à alguma tendência de moda do momento.

Esse tipo de coleção surgiu da necessidade que as marcas têm de manter os clientes consumindo. Com o lançamento das pequenas coleções, o público encontra uma oportunidade de comprar algo novo com frequência, sempre conectado à tendência atual. Como não interfere na coleção principal, essa também é a chance que as marcas têm de lançar peças com estilos alternativos ou em parceria com estilistas e artistas, por exemplo.

As tendências e colaborações

Muitas marcas utilizam as coleções cápsulas para seguir alguma tendência de moda momentânea, realizar colaborações com estilistas e celebridades ou comemorar ocasiões especiais, como a Copa do Mundo, o Carnaval e o Dia das Mães.

Um exemplo é C&A – empresa varejista de fast fashion –, que lançou em 2015 uma coleção cápsula em parceria com a celebridade Kim Kardashian. As peças possuíam um toque pessoal da americana e a coleção foi um sucesso. Outro grande exemplo é a marca de sapatos Melissa, responsável por colaborações com a Disney, como em 2015, quando lançou sapatilhas inspiradas no filme live-action da Cinderela.

As coleções cápsulas envolvendo colaborações não são uma exclusividade das marcas de varejo e fast fashion. A grife alemã Hugo Boss lançou em 2019 uma coleção cápsula em parceria com o cantor Liam Payne. Com roupas em um estilo casual, o britânico assinou as peças para a linha HUGO. A grife italiana Twinset também apostou em coleções cápsulas em 2019.

Como produzir?

As coleções cápsulas possuem uma quantidade menor de peças, mas isso não significa que elas não necessitem de uma atenção especial. Os procedimentos para desenvolver uma coleção mais enxuta são semelhantes aos realizados durante a criação das coleções principais.

A marca precisa conhecer previamente o seu público para entender quais são as roupas que eles desejam e quais estilos mais agradam. Assim, é possível descobrir qual tendência possui mais chances de agradar aos consumidores ou qual estilista, artista ou celebridade seria um bom parceiro.

Investir em novidades é essencial e, por esse motivo, realizar um estudo do mercado no qual a marca está inserida é importante para conhecer os concorrentes e analisar quais podem ser os pontos fortes e fracos da nova coleção cápsula a ser desenvolvida.

Conhecendo o público e o mercado no qual essa coleção será lançada e com as inspirações definidas, os próximos passos envolvem pesquisas de preço e uma projeção dos gastos necessários. Em coleções tradicionais, nesse momento diversos itens são escolhidos, como o tipo de tecido. Nas coleções cápsulas, geralmente, esses detalhes estão relacionados à tendência escolhida como inspiração.

Os últimos passos para lançar são iguais aos de uma coleção tradicional. Os pilotos são fabricados e, quando aprovados, a produção tem início e as marcas definem os últimos detalhes sobre a divulgação e comercialização das peças. Por último, é importante acompanhar os resultados obtidos pela coleção.

Deixe uma resposta